Depois de um tempo,
depois de reorganizar minha vida...

Reformulando o Blog...

Como deixar de lado por tanto tempo minha maior paixão?

Escrever!!!!





quarta-feira, 25 de abril de 2012

Sobre Duque de Caxias

Hoje eu acordei inspirada e, mais uma vez, morrendo de saudades do Blog, mas como eu não trouxe o ‘note’ precise comprar um caderno, para colocar “para fora” a ânsia! Pela manhã – decidimos que ficarei até sexta para tentarmos (e se Deus quiser: conseguirmos!) locar um dos diversos apartamentos que já olhamos – levei a Malu à cobertura do hotel, para curtir uma piscina, e a inspiração para o post veio.
Quero falar um pouco – quase nada – do que sei sobre Duque de Caxias, para que vocês entendam e saibam onde e como é o “nosso” novo município (tia Zilda este é a pedido!)

A cidade é enorme! Nós estamos hospedados no bairro chamado 25 de Agosto, que é completamente independente de todo o município (como todos os bairros). Têm bancos, mercados, lojas, cartórios, delegacias, pequenos shoppings e até faculdades e universidades. Também tem um lado residencial e, o mais conveniente, é ao lado do centro.

Caxias – como eles chamam a cidade – é cortada por um metrô, separando o centro dos bairros, parecido com Canoas. O centro é super movimentado. Tem tudo! Inclusive um teatro, chamado “Teatro Raul Cortez”, bem legal. É uma grande muvuca o centro de Caxias. Eu fui a um calçadão que parecia a Rua da Praia, em Porto Alegre, em movimento de pessoas e agitação nas lojas.

O transito aqui também é meio caótico. Há horas do dia que tudo para. Aqui, diferente de Rio das Ostras – nos bairros onde passei, claro! – não tem “vans”. O transporte coletivo é feito por ônibus, mas também tem muito taxis e as pessoas usam muito, muito mesmo!

Caxias é bem ao lado do Rio. Eu não fotografei (esqueci!), mas da cobertura do hotel é possível ver o Aeroporto Internacional Galeão – aliás um dos inconvenientes desta cidade é ela ser “rota” de toooodos os vôos que chegam ou saem do Rio. Também podemos ver a Igreja da Penha, que fica no complexo do Alemão.

Vemos um pedaço da serra e se fizermos esforço, e o tempo colaborar (e tem que ser do alto de algum prédio), é possível ver o Cristo e o Corcovado.

Caxias é urbano! Ainda não vimos nada do tipo “que lindo!”, mas já vimos muitas coisas do tipo “que tri!!!!!!!!!!” ou o melhor: “que saudade que eu tava disso!”

2 comentários:

cantinho de Jake croche disse...

O lugar é muito tri mesmo. Eu adorei.
E tenho certeza que vcs vão ser muito felizes aí!
To louca para saber das novidades!
Beijos e muita saudades!

Anônimo disse...

Hum...entendi, tipo assim: mudar de Morungava para Porto Alegre. Mas vai ser tri legal mesmo.E diga a tia Zilda que faça como eu fiz: no dia que tu escreveu no blog que ia mudar para Duque de Caxias eu fui no mestre (Google), e me informei de tudo kkkk. Se duvidares posso até te dar umas dicas.Beijos da tia que adooora mudanças, mesmo que seja "dozoto" como dia uma criatura aqui!