Depois de um tempo,
depois de reorganizar minha vida...

Reformulando o Blog...

Como deixar de lado por tanto tempo minha maior paixão?

Escrever!!!!





quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Feliz Aniversário!!!

PAI, COMEÇA O COMEÇO!”


Quando eu era criança e pegava uma bergamota para descascar, corria
para meu pai e pedia: - “pai, começa o começo!”. O que eu queria era
que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente
para as minhas pequenas mãos. Depois, sorridente, ele sempre acabava
descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava
o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que
ele havia feito.


Meu pai está de aniversário hoje e eu não sou mais
criança. Gostaria de hoje estar ao lado dele, junto com meus irmãos, para homenageá-lo em mais um ano de vida que ele completa pois, até hoje, tanto para mim como que para meus irmãos, meu pai ainda  “começa o começo” de tantas cascas duras que
encontramos pelo caminho.

Hoje, minhas “bergamotas” são outras. Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço
diário que é a construção do casamento, os retoques e pinceladas de sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos realizados e felizes, ou então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas, separações, mortes, dificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios.




Meu pai terreno não me ensinou muita coisa de Deus, o Pai do Céu, minha mãe foi quem assumiu esta parte, mas, mesmo assim, meu pai terreno me ensinou muitos princípios: ser correto, não passar por cima de ninguém para conseguir algo, ser justo, ser verdadeiro, correr atrás dos sonhos, viver bem e aproveitar o que temos e as oportunidades que temos para sermos felizes e plenos e realizados, pois a vida é uma só.



Por isso hoje eu queria dizer ao meu pai que ainda continua sendo o mesmo meu herói de criança. Passamos por muitas dificuldades tu em 64 anos, eu em 31. Encaramos muitas coisas juntos. Deixamos de ser apenas pai e filha, para sermos amigos e compreendermos um ao outro como seres humanos com defeitos, para nos olharmos como iguais.
Sou muito feliz por isso tudo... por ter aprendido muita coisa contigo e por tu ainda estares sempre ao meu lado para me amparar quando penso em cair. Obrigada por me apoiar nesta nova etapa da minha vida, mesmo que isso tenha implicado em nos distanciarmos e distanciarmos nossa convivência familiar, entre irmãos e netas.



Hoje é teu dia. Eu não estou aí de corpo, mas meu pensamento está contigo. Já não sou mais tua namoradinha há muito tempo, hoje sou tua admiradora. Já sou eu quem inicia o rasgo na bergamota para tua neta... é a natureza da vida: tu mesmo me ensinou isso! Nossas vidas deram voltas e reviravoltas, mas estamos aqui, ainda! Cada um calejado de uma forma, mas todos vivos e bem e felizes e é isso que hoje importa!
Que Papai do Céu te proteja sempre. Eu te amo! Nós te amamos! Feliz Aniversário!

 


TEXTO ORIGINAL:

PAI, COMEÇA O COMEÇO!”

Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria
para meu pai e pedia: - “pai, começa o começo!”. O que eu queria era
que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente
para as minhas pequenas mãos. Depois, sorridente, ele sempre acabava
descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava
o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que
ele havia feito.

Meu pai faleceu há muito tempo (e há anos, muitos, aliás) não sou mais
criança. Mesmo assim, sinto grande desejo de tê-lo ainda ao meu lado
para, pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que
encontro pelo caminho. Hoje, minhas “tangerinas” são outras. Preciso
“descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos
relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço
diário que é a construção do casamento, os retoques e pinceladas de
sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos realizados e felizes, ou
então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas,
separações, mortes, dificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas
e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios.

Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis......

Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando
lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que
conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a
fruta. O carinho e a atenção que eu recebia do meu pai me levaram a
pedir ajuda a Deus, meu Pai do Céu, que nunca morre e sempre está ao
meu lado. Meu pai terreno me ensinou que Deus, o Pai do Céu, é eterno
e que Seu amor é a garantia das nossas vitórias.

Quando a vida parecer muito grossa e difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a
Deus:

“Pai, começa o começo!”. Ele não só “começará o começo”, mas resolverá
toda a situação para você.

Não sei que tipo de dificuldade eu e você estamos enfrentando ou
encontraremos pela frente neste ano. Sei apenas que vou me garantir no
Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso: “Pai, começa o
começo!”.

(Mensagem que recebi por e-mail. Desconheço o autor)

6 comentários:

Anônimo disse...

QUE LINDO, PÊ!!! tenho lido sempre teu blog, mas na maioria das vezes não tenho o que ou não dá tempo de comentar, nessa correria louca que é a vida. Mas esse, não pude deixar passar. Bonito demais! Parabéns!

cantinho de Jake croche disse...

Nooossa Pri!!!Me emocionei muito lendo a tua homenagem pro teu pai.Chorei de verdade em frente ao computador.Que Deus abençoe vocês,sei o quanto teu pai é importante em tua vida.
Muitas felicidades pra ele,e que tenha muitos anos de felicidade e realizações junto com vocês,a família e amigos.
Com muito carinho!!!Te adoro Pri!!!!

Anônimo disse...

Pe
Adorei o texto, tb sou apaixonada pelo meu pai, ele não descasca a bergamota, mas sempre descasca a laranja para eu comer e não tem ninguém que descanse melhor que ele. Parece bobagem, afinal laranja qualquer um, mas não é bem assim. Me emocionei de verdade lendo o texto. Fiquei com uma saudade tão grande do meu pai, que acho que vou marcar uma visita e levar um quilo de laranjas rsrsrsrs Bjs e se cuide
Ana mãe da Guiga

Miriam disse...

Linda homenagem Pê, emocionante (teu pai vai ficar todo bobo)!!! Meu pai tb faz aniversário neste mês, no dia 31/08! Meu pai tb já descascou muitas "bergamotas" doces, amargas, pequenas, grandes... Acho que essa é a especialidade dos pais: descascar bergamotas!

Bjs, fica com Deus!

Miriam

Franciele Cardoso disse...

Oi Pê! Bom dia!Como ainda não fiz orkut e outros sites de relacionamentos, casualmente entrei no orkut da mana e vi tuas atualizações, e entrei em teu blog! Fico emocionada em saber o quanto tu valoriza teu pai, parabéns! Hoje já não posso mais prestar homenagens escritas ou verbais, mas sim em me manter e tentar ser um ser humano utilizando o exemplo do que meu pai foi, para que lá do céu ele não veja que a vida foi em vão, que algo nos ensinou sobre a vida!!! Saudades Pê!!beijo FRAN CARDOSO

Anônimo disse...

Muito lindo Pe!! A medida que a gente vai envelhecendo, ou melhor, adquirindo experiencia, passamos a admirar e amar ainda mais os nossos pais. Ele tava muito feliz ontem e nós também. Beijão guria!