Depois de um tempo,
depois de reorganizar minha vida...

Reformulando o Blog...

Como deixar de lado por tanto tempo minha maior paixão?

Escrever!!!!





quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Sorte de alguns...



...azar o nosso!

Vez que outra observo os fatos, os noticiários, enfim, e fico surpresa com a sorte de alguns. Não estou falando daqueles que arriscam um pouco do seu dinheiro para “fezinhas” semanais de loterias. Falo daqueles que tem sorte!
Eu nunca estive no lugar certo na hora certa. Também nunca inventei, criei, ou fiz algo que tenha sido pioneiro, tenha “explodido” de sucesso e rendido alguns zeros após a vírgula em minha conta bancária. Não tenho, sequer, paciência para me concentrar em pesquisas e descobrir alguma coisa dentro de uma teoria, ou então publicar um belo artigo que sirva para muitos crescerem intelectualmente.
Tem gente que posta um vídeo na internet que vira hit, faz sucesso e ainda, movimenta um monte de gente e realiza seus sonhos, desejos... outros escrevem “poesias” baratas que viram outros hits, tomam dimensões homéricas (Homero me perdoe, mas banalizaram teu nome dando significado as coisas que – como tuas obras – tomam dimensões maiores que o normal, atingindo todos os cantos do mundo.), tocam em todas as rádios, em todas as línguas do mundo!
Outros são mais profissionais e nem esperam que o seu “hit” cresça e apareça tão depressa, afinal de contas as coisas cibernéticas tomam proporções, ou não, tudo depende da sua aceitabilidade. Independente, alguns criam coisas que nós, simples mortais, jamais desconfiaríamos que pudesse ser uma coisa superútil... e acaba sendo!
Acho que eu não tenho sorte nenhuma!
Tem um ditado desbocado que diz “nasceu com a ‘bunda’ virada pra lua”, designando aqueles que tem sorte na vida... acho que eu to mais para ter a bunda do tamanho da lua e ainda ter que ficar feliz com isso!
Nunca ganhei nada em jogos. Uma vez, no bicho, é verdade. Num bingo beneficente ganhei uma cuba de pia que não tinha furo (minha mãe colocava roupas a quarar nela). Tenho ganho pequenos concursos de poesia com o pouquinho do meu talento... só não entendo o porquê de ter que trabalhar e economizar tanto para ter alguma coisa enquanto alguns dormem um dia de cuecas e meias e no outro em pijamas de seda.
Deve ser por terem a lua dentro da bunda!

(texto escrito na semana em que o Facebook entrou para a bolsa de ações; o assunto de música era Michael Telo e todas as línguas que a música dele alcançou; as redes sociais só falavam da família “para nossa alegria”)

Um comentário:

cantinho de Jake croche disse...

È assim mesmo amiga!!!
Bem como tu escreveu,também queria ter a sorte de certas pessoas,mas as vezes o que falta é corrermos atrás de nossos sonhos!