Depois de um tempo,
depois de reorganizar minha vida...

Reformulando o Blog...

Como deixar de lado por tanto tempo minha maior paixão?

Escrever!!!!





quarta-feira, 25 de julho de 2012

Reciclagem de Arroz



Dia de ir fazer rancho, afinal de contas a geladeira estava fazendo “búúúúúúú” quando eu abria ela (isso foi na semana passada, início de mês!). Deixei a Malu na escola e fui para o Carrefour – aqui tem Carrefour!
Sem notinha... estrago na certa! Ainda bem que eu havia tomado café, caso contrário o estrago teria sido muito maior.
Corredor por corredor, prateleira por prateleira, para não esquecer nada! Mas não adianta, quando não se leva nota sempre se esquece alguma coisa (o brócolis!) ou sempre compra coisa a mais (os shampoos!)
Quando passei pela parte dos congelados eu vi uma bandeja tão bonita de camarão! Nem olhei o preço, claro... achei os camarões bonitinhos e coloquei eles no carrinho, pois se visse o preço eles ficariam, de certo, no freezer.
Em casa uma bacia de feijão, de molho para serem cozidos, me esperava. Cheguei já eram dez horas.
Calmamente guardando as compras. De repente o camarão me olha de novo!
E olhem o que eu fiz:



Arroz de ontem com Camarão da Pê

Ingredientes:
Camarão
Sobra de arroz
Sal – Alecrim – Cebola – Alho
Molho de tomate pronto de majericão
Azeite de oliva
Requeijão – Cogumelos

Modo de fazer (eu vou dizer as quantidades, mas vejam bem, foi feito só para mim e para a Malu e ainda sobrou pra minha janta!)

Em uma colher de sopa de azeite de oliva refoguei meia cebola e dois dentes de alho. Coloquei o camarão (eu usei metade da bandeja que tinha 400g) e temperei com sal e alecrim. Refoguei e deixei o camarão descongelar bem e secar a água que ele soltou. Acrescentei 1/3 do pacote de molho de tomate de manjericão – com um pouquinho de água, a sobra do arroz de ontem (que era uma xícara cozido), e o restinho dos cogumelos que tinham num vidro (fatiadinhos, tipo como no estrogonofe). Mexi bastante até começar a borbulhar, daí acrescentei uma colher de requeijão, mexi bem até ficar homogêneo, para que o molho não ficasse tão vermelho e comi de joelhos!
Com direito a ouvir “Que delícia esse papá da mãe!”



Nem só de arroz com ovo (e tele-entrega) a gente vive mais... eu tenho me puxado na cozinha e os pneuzinhos agradecem!

2 comentários:

cantinho de Jake croche disse...

Hummmm delícia amiga!!!!
Me deu água na boca!!!
Bjs !!!Fica com Deus!

Anônimo disse...

Hummmmm,ficou com uma cara boa!!
Sílvia