Depois de um tempo,
depois de reorganizar minha vida...

Reformulando o Blog...

Como deixar de lado por tanto tempo minha maior paixão?

Escrever!!!!





segunda-feira, 14 de maio de 2012

Vamos falar de novela?

Acho que uma vez eu já contei que aqui em casa não se assiste a novelas, né? Desde a minha gravidez eu e o Anderson combinamos que não iríamos mais assistir a novelas não importando a emissora que fosse.
Um dos “problemas” disso é que nem sabemos mais o nome dos atores e artistas... Mas isso não é um problema!
Continuamos assistindo TV, isso inclui algumas programações da TV aberta, onde nos intervalos vemos propagandas das novelas. Por isso eu tenho mais ou menos uma ideia da novela que está passando no horário após o Jornal Nacional:
Kauã Reimond é um gato jogador de futebol, filho adotivo do Murilo Benício e da Adriana Esteves. Ele foi criado num lixão por um ator gaúcho (que eu não lembro o nome) e lá conheceu e se apegou muito a Débora Falabella. Mas eles foram separados e se reencontraram. E a Débora quer se vingar da Adriana, mas ela é a mãe do Kauã... Enfim: no final das contas a vilã se ferra e a mocinha fica com o gostosão!
Ah! Lembrei! A moral do post:



E aí, o que acharam? E esta:



E estas aqui:



Conhecem?

Prazer: esta é a Avenida Brasil!

Sem preconceito, mas...

Agora falem sério: alguém acha que o “entorno” desta novela passa por esta avenida? (com exceção – de certo – do lixão no início da novela)

Eles deveriam ser mais legais e coerentes colocando o nome da novela de “Avenida Vieira Soto” ou então “Avenida Atlântica”...

OBS: Não consultei se escrevi o nome dos atores ou das Avenidas corretamente, ok?! Me desculpem!

2 comentários:

cantinho de Jake croche disse...

Oi Pri!!
Legal a tua comparação,e bem verdade!.
Sabe que sou noveleira de carteirinha e claro,acompanho esta todo dia. É é bem por aí,o lugar que eles mostram não se parece nada com este daí....hahahaha.
Mas deixa a globo pensar que nos engana!!!!
Bjs.

Anônimo disse...

Bem, ela (globo) faz de conta que nos engana e a gente faz de conta que acredita. E assim vamos levando a vida, com a bunda no sofá e o olho na telinha, plim, plim! beijos da titia