Depois de um tempo,
depois de reorganizar minha vida...

Reformulando o Blog...

Como deixar de lado por tanto tempo minha maior paixão?

Escrever!!!!





segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Dia dos Pais

Ontem foi um dia que fiquei, particularmente, sensibilizada. É a primeira vez que fico o dia dos pais longe do meu pai durante toda a minha vida! Não o vi!
Sabem, eu mandei um presente pra ele, de Dia dos Pais e aniversário, pelo correio. Um porta retratos digital, que cabem 1000 fotos. Ele gostou. Eu digitalizei fotos antigas, resgatei algumas com meu irmão mais velho (aliás, quem me mandou foi a Silvia: muito obrigada!), olhei nos sites de relacionamento da esposa dele e também dos meus tios e tias e salvei algumas... Consegui colocar 370 fotos, incluindo desde ele com o Leandro até ele com as netas... Uma vida!


Nesse final de semana eu comemorei o Dia dos Pais de longe, com o pai da minha filha. Ele está muito contente, pois agora a Malu já entende melhor, está sabendo “viver” o Dia dos Pais. No sábado, nós fomos com ele comprar o presente: um boné e uma camiseta. Neste domingo, a Malu o acordou com um beijo e um porta retrato com uma foto dela na escola, além de um trabalhinho que ela fez. Coisa mais fofa. Ele adorou!
Eu liguei pro meu pai... Pelo menos consegui dizer que o amava. Acho que já valeu!
O meu marido, o pai da minha filha, ganhou um dia bem agradável em Búzios na Praia do Canto, calmaria, lendo um livrinho e a Malu ao redor brincando na areia.


São coisas assim que marcam a vida da gente, né?!
Talvez quando minha filha crescer ela lembre que ia a praia brincar na areia enquanto o pai dela lia um livro... O meu pai me levava para comer uma fatia de bolo com chá, uma vez por semana...
Talvez minha filha lembre que o pai dela levava na cacunda sempre que ela cansava e queria um pouco mais de “aventura”... Eu dava beijos no meu pai até que o sinal (semáforo – sinaleira) abrisse.
Sou mãe e sei da importância que temos na vida dos filhos.
Tem gente que diz que “mãe é uma só”, ou “mãe é mãe” e desmerece os pais...
Falem o que quiser, mas eu pelo que vivi com meu pai até hoje e pela dedicação que vejo meu marido tendo pela minha filha, ouso defender: “pai é um só!”, “pai é pai”!

5 comentários:

Anônimo disse...

Bah!
Coisa mais linda!
Cris

cantinho de Jake croche disse...

Lindo amiga!!!!
Emocionante também esta tua homenagem!!!

Anônimo disse...

Oi Pê! Sempre passei o dia dos pais com meu pai, a vida toda, assim como tu! Algumas vezes pensava que era só uma data comercial, que dia dos pais eram todos os dias e blá blá blá... Esse ano, passei o dia dos pais longe do meu pai, fui viajar e não me liguei na data e depois era tarde demais pra desmarcar! No domingo eu senti uma coisa tão ruim, pq ele tava longe, só com o Vini perto dele, e o máximo que eu podia fazer era ligar e conversar. As vezes não damos o valor que as coisas merecem, que as datas merecem e quando vemos, quando a distância separa, vemos como é bom tá perto, brigando, abraçando, criticando, crescendo, não importam as circunstâncias, o importante é estar junto, a familia unida e feliz!

Ah, a homenagem que tu fez pro teu pai no dia do aniversário dele foi muito linda tbm!

Manda meu Feliz Dia dos Pais atrasado pro Anderson e dá um beijão na Malu!

Beijos! :D

Gabi

Anônimo disse...

Ficou lindo esse post e as fotos!!! Muito legal mesmo. Parabéns! Também concordo que "pai é pai" e é muito importante na vida da gente!! Esse ano a Camila e eu também, comemoramos o dia dos pais no sábado, pq o Le viajou no domingo e o meu pai no sábado à noite. A Camila adorou, os dois foram juntos ao Pampa Safári e deram muuuuitas risadas! Ser feliz importam mais que data e presentes.Beijão

Anônimo disse...

Oi Pricila! Tô adorando ler e ver as fotos de vcs... Que Deus abençoe mais esta etapa da vida de vocês. A Malú tá muito linda! Bjs
Claudia